Sábado, 18 de Dezembro de 2004

Soneto D'Amor

donzi.jpg


Ai meu amor,


Como dói minh’alma,


Por saber que estás longe,


Inquietas-m’a calma!


 


Ai donzela,


Sempre formosa e bela,


Por saber que estás longe,


Vou aguardando à janela.


 


Quando voltas donzela?


Será hoje? Amanhã?


Ou quem sabe ela nem virá!


 


Quando voltas meu amor?


De manhã? Pela tarde?


Ou não queres que te aguarde?


 

publicado por missantipatia às 16:24
link do post | favorito
Comentar:
De
 
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres



Copiar caracteres

 



.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Janeiro 2006

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
10
11
12
13
14

15
16
17
18
19
20
21

22
23
24
25
26
28

29
30
31


.posts recentes

. Diár...

. Diár...

. Ao ...

. Diá...

. Obs...

. Sil...

. Diá...

. Sen...

. Re-...

. Arc...

.arquivos

. Janeiro 2006

. Setembro 2005

. Agosto 2005

. Julho 2005

. Junho 2005

. Maio 2005

. Abril 2005

. Março 2005

. Fevereiro 2005

. Janeiro 2005

. Dezembro 2004

. Novembro 2004

. Outubro 2004

. Setembro 2004

. Agosto 2004

. Junho 2004

blogs SAPO

.subscrever feeds