Sexta-feira, 2 de Setembro de 2005

Diário de uma Louca XI

d12.jpg


XI


Durante a tarde aquela música que foi outrora especial e agora, proibida de ouvir pelo meu coração, não me saía da cabeça..


(Tomorrow is just another day… )


A tarde estava triste. O céu vestiu-se de cinzento e a chuva, por ser fim de semana, resolveu aparecer.


Acordei tarde hoje. Dormi seguido como já não acontecia há algum tempo. Acordei bem disposta e descansada.


(There’s no one around me, wanting me…)


Ao fim do dia, resolvi tomar um banho mais demorado. Apeteceu-me cuidar de mim.


Escolhi a roupa para o jantar, a lingerie e, não sei porquê, lembrei-me dele…


(Do you want a piece of mine, tell me…)


Arranjei-me e, até sair de casa, tratei de organizar as minhas coisas.


O jantar correu bem.


Em seguida, sítio do costume, pessoas do costume,… e ele claro!


Sinto que não sinto nada. Estranha confusão de sensações; mas creio que é fácil entender.


Já não choro quando ele é arrogante, já não me entristece saber se ele namora… nada.


Trocas de olhares discretos e sociais.


Mais tarde, troca de palavras. Curtas, simples e sem jeito.


Mensagem minha.


Telefonema dele.


Encontro.


Acontece.


Vem o arrependimento dele.


 Vem a minha satisfação por saber que ele não mudou.


(You know and I know enough to understand…)


Namora, ela é especial e ele fica comigo uma noite? Numa cama? Num hotel? E depois ainda diz que ele não é assim…


Aiiii…. Conheço-o tão bem! Soube-me tão bem!


Senti que o usei. Disse-lhe inclusive que ele me usou mas que eu também o usei.


Namorar? Pra quê?


Continuo na fase de luto.


Não quero ninguém… quero alguém que ainda é ninguém…


(Tell me why...)


 

publicado por missantipatia às 23:00
link do post | comentar | favorito
|
18 comentários:
De jorge@ntunes a 30 de Dezembro de 2005 às 23:22
foi para mim um prazer a tua visita ao meu mundo. Descobri o teu por acaso e não pude deixar de comentar.Pena é que tenhas abrandado a tua escrita porque gostei do que aqui encontrei.
Vou continuar a vir na esperança de encontrar algo novo. Tudo de bom para ti...no proximo e nos vindouros anos


De shakermaker.blogs.sapo.pt a 24 de Dezembro de 2005 às 20:29
Ora viva Cara Miss Antipatia... Passei por aqui para lhe desejar Boas Festas e acima de tudo, melhores que as minhas. Para mim, o Natal é sempre mau pois tenho que comer bacalhau. Não é por não gostar, mas porque raio tenho que comê-lo cozido se afinal há 1001 maneiras de o cozinhar?! Depois tenho que levar com as broas e as belas das filhós, o arroz doce da minha tia e o pão-de-ló das minhas avós. Detesto lampreia de ovos e odeio rabanadas, mas até gosto de bolo-rei por causa das frutas cristalizadas. Antes de começar a refeição fazemos uma oração, mas como não sei rezar limito-me a mexer a boca para acompanhar. Por mais que tente escapar não há mesmo volta a dar, sou eu que acendo a lareira e ponho a lenha a queimar. Já cá faltavam as meias brancas da Sport com as raquetes a condizer, são sempre as piores prendas que me podem oferecer. Depois há os Old Spice e os perfumes da Adidas, que recebo todos os anos das minhas tias queridas. Mais uns pares de cuecas azuis para estrear no ano novo, porque as minhas avós fazem questão de manter esta tradição. A minha mãe desilude-me com as suas gravatas aos quadradinhos, e a minha madrinha para condizer, oferece-me camisas com quadrados nos colarinhos. Por mais que não goste, tenho que estar presente... Mas todos os anos, o meu Natal é sempre deprimente. Cara Miss Antipatia, espero que o seu Natal seja bem melhor do que o meu, Boas Festas! Um abraço... SHAKERMAKER (Sabe, eu ainda sou do tempo em que se escrevia, e bem , por aqui. Aguardo sentado pelo seu retorno, quem sabe...)


De Tania a 22 de Dezembro de 2005 às 20:32
eix..;) é a primeira vez k vejo o teu blog..akredita a koisa k acnteceram ctg k neste momento parece k tao a acntecer cmg!
ler os teus textos fizeram-m sentir mt bem,acredita! eu tb gostaria de fazer uma coisa dessa so k infelizmente axo k nao sou capaz, axo k nao consigo cnfiar em ninguem, tenho medo k m gozem ou k tenham pena de mim. Gostava mt k respondesses se kizesses claro! gostava mt de desabafar com alguem.


De Carlos a 17 de Dezembro de 2005 às 11:44
Poema de Natal

Vinicius de Moraes

Para isso fomos feitos:
Para lembrar e ser lembrados,
Para chorar e fazer chorar,
Para enterrar os nossos mortos -
Por isso temos braços longos para os adeus,
Mãos para colher o que foi dado,
Dedos para cavar a terra.

Assim será a nossa vida;
Uma tarde sempre a esquecer,
Uma estrela a se apagar na treva,
Um caminho entre dois túmulos -
Por isso precisamos velar,
Falar baixo, pisar leve, ver
A noite dormir em silêncio.

Não há muito que dizer:
Uma canção sobre um berço,
Um verso, talvez, de amor,
Uma prece por quem se vai -
Mas que essa hora não esqueça
E que por ela os nossos corações
Se deixem, graves e simples.

Pois para isso fomos feitos:
Para a esperança no milagre,
Para a participação da poesia,
Para ver a face da morte -
De repente, nunca mais esperaremos...
Hoje a noite é jovem; da morte apenas
Nascemos, imensamente.

Porque, amanhã, é Natal...


De Darkened Soul a 17 de Dezembro de 2005 às 05:04
Gostaria apenas de dizer que gostei muito dos teus textos, em especial do "Diário de uma louca". É a primeira vez que visito este blog, mas admirei muito tua forma de escrever, e me chamou a atenção, em especial, o sentimentalismo com que escreveu certos trechos, os quais eu confesso, quase me fizeram chorar. Conheço bem o que é um amor deste que se converte à loucura, como uma doença, impossível de ser curada. Só não minta para si própria, pois quando a realidade vier à tona, a dor poderá se multiplicar.


De shakermaker.blogs.sapo.pt a 12 de Dezembro de 2005 às 00:07
Ora viva Cara Miss Antipatia... Bem, já percebi que fechou para férias mas entretanto já deviam ter terminado. Se foi para balanço não deveria demorar tanto tempo. Se terminasse o blog seria uma pena pois gosto imenso de ler o que escreve. Oxalá esteja tudo bem consigo e espero sinceramente que regresse um dia destes. Cara Miss Antipatia, onde quer que esteja, tudo de bom para si. Um abraço... SHAKERMAKER


De Tubaro a 4 de Dezembro de 2005 às 21:01
A vingança é boa... quando servida inocentemente!


De zezinho a 29 de Setembro de 2005 às 19:28
Tens aqui uma narração quer seja veridica quer não de muita originalidade, está muito bem concebida parabens, fica bem
zezinho


De ETERNAL a 29 de Setembro de 2005 às 11:47
Não gosto de vinganças , nem de ódios..apenas te digo que se alguém teve problemas com uma relação..pk haveria de entrar noutra de repente.porque será que uma queca é suficiente para estragar algo estável? mas por outro lado, o sentimentalismo aproveitador, a arrogância perante a namorada é de facto uma traição.há que estar bem presente e tentar perceber o que se passa....eu nao estou de acordo com traições..mas se elas acontecem de facto..são boas no momento..mas o problema é depois..o problema é sempre depois....
beijos..adorei a tua trama..continua


De algum sem sombra a 18 de Setembro de 2005 às 15:38
Olá.
Há pouco tempo encontrei o teu site. Não, não sabes quem eu sou. Comecei a ler e não demorou muito a perceber a dor que está registada nesta página de internet.
Detesto ver alguém neste estado... Por isso decidi deixar aqui um abraço apertado e muita força para tudo o que der e vier.
Gostava de te saber dizer o que fazer, mas se tivesse na tua situaçao estaria mais fraca e maguada de certeza; acho que tens muita coragem para ainda não teres feito nada de maluco (pelo menos nada que eu tenha lido) e espero que continues assim.
Espero que rapidamente esqueças o passado (sim, sei que é muito dificil, eu própria tento esquecer o meu).

Beijinhos de outra adolescente desesperada

Ps.: Gosto muito da tua poesia mesmo, e dos teus textos também. Alguns fazem lembrar os meus. **


Comentar post

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Janeiro 2006

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
10
11
12
13
14

15
16
17
18
19
20
21

22
23
24
25
26
28

29
30
31


.posts recentes

. Diár...

. Diár...

. Ao ...

. Diá...

. Obs...

. Sil...

. Diá...

. Sen...

. Re-...

. Arc...

.arquivos

. Janeiro 2006

. Setembro 2005

. Agosto 2005

. Julho 2005

. Junho 2005

. Maio 2005

. Abril 2005

. Março 2005

. Fevereiro 2005

. Janeiro 2005

. Dezembro 2004

. Novembro 2004

. Outubro 2004

. Setembro 2004

. Agosto 2004

. Junho 2004

blogs SAPO

.subscrever feeds