Segunda-feira, 14 de Março de 2005

Diário de uma louca - III

diario de uma louca3.jpg


III


Apetece-me chorar. Aliás, já estou a chorar; só estou à espera que as lágrimas saltem cá para fora. Porque choro? Que raio de pergunta! Sei lá porque choro! Estou louca! Posso chorar à vontade! Quem me vai impedir?! Vou chorar até me cansar, vou chorar até descobrir o motivo… pelo menos o motivo principal!


Comecei a chorar porque fiquei nervosa. (É o trabalho! Mata-me!). Quando as lágrimas saltaram cá para fora já chorava por ele… pelo meu amor. Apetece-me fazer amor com ele! Apetece-me cometer mais uma loucura. Dar uma queca com ele. Usar-me! Usá-lo! Abusar da sedução e da tentação! Pelo momento, pelo desejo, pelo calor do meu corpo. Mas ele não sabe. Mas ele não me quer. Mas… Aiiii… Choro! Não consigo controlar os “mas”. Continuo a chorar. Já não é por ele. É por mim. Não tenho tempo para me distrair da loucura. Olho para o relógio… TIC… São 19h20… TAC… passam 10 minutos… TIC… são 19h21… TAC… TIC, TAC, TIC, TAC, TIC, TAC, TIC, TAC, TIC, TAC…


Parece-vos paradoxal? Mas não é meus amigos! O tempo é psicológico! Fazemos dele o que queremos! É como a loucura…


Vou parar de chorar…


Já chega por hoje.


 


(O próximo capítulo será publicado dia 21/3/2005)


 

publicado por missantipatia às 11:50
link do post | comentar | favorito
|
13 comentários:
De Mnica a 19 de Março de 2005 às 00:03
Choras porque sofres , choras porque estás revoltada . Amiga chora , chora até te doer o corpo , até a alma ficar transparente. Até mesmo alguns rios secam, as tuas lágrimas também secarão. Eu sei que secarão querida. Estou aqui para o que precisares , sabes onde me encontrar. Se me procurares a chorar , como tua amiga chorarei contigo até te secar a alma. Um beijo enorme


De Vampiria a 17 de Março de 2005 às 12:53
Penso que ja comentei esta imagem no teu Blog, Miss, mas comento de novo pelo texto, pelo chorra, pela magoa, pelo tempo inflexivel que nos apri~siona eternamente...nunca somos verdadeiramente livres, realmente..ando a dizer esta frase cada vez mais - nunca seremos verdadeiramente livres. Será preocupante???


De Art Of Love a 16 de Março de 2005 às 23:18
Não gosto de te saber a chorar.Vá lá vive um dia de cada vez e vais ver que a dor passa e tudo se recompõe.
Bjs.


De vitor a 16 de Março de 2005 às 23:06
Tens razão. É psicológicamente palpável...por isso moldável conforme o nosso estado...beijinho!


De luisa a 16 de Março de 2005 às 18:06
Muito impressivo, este teu texto! Chorar o desespero no amor é tão natural...Até porque sofrer por amor nada tem a ver com qualquer outro tipo de sofrimento. Bjinhos para ti;)


De jorge a 16 de Março de 2005 às 12:12
Célia: Aqui estou para te limpar essas lágrimas que correm dos teus lindos olhos!"Please don`t cry". I`m waiting for the next tale...
Kisses for the Madureira`s Girl


De Pedro a 16 de Março de 2005 às 00:48
Chora o que tiveres para chorar,solta tudo cá para fora e não tenhas de te mostrar como és,se ele ainda percebeu,já faltará pouco para o fazer e se aperceber da mulher que tem á frente dele.
tens de aproveitar todos os momentos que tenhas para ser feliz,seja ao lado dele ou de outra pessoa,.
Não tenhas medo de seguir em frente,existem muitas coisas boas reservadas para ti,tens de partir á procura delas,e talvez assim ele já repare no amor que está a perder.
Beijo.
Pedro


De Succubus a 15 de Março de 2005 às 20:06
Não sei bem o que dizer.. Qualquer coisa entre tudo passa e tem calma.. Chora que como diz a Flor, alivia a alma.. Beijo*


De verdinha a 15 de Março de 2005 às 15:54
tds somos loucos, so k uns negam ixo.. s tens vontade d xorar xora, s tens vontade d berrar berra, s tens vontade d amar ama, ms acima d td luta smp pela tua felicidade.. pk xorar tds precisamos ms temus d fazer c k as coisas boas aconteçam p voltarmos a sorrir, entao s amas luta para que um dia as lagrimas k hj xoras por n poderes fazer amor c o teu love sejam no futuro lagrimas d felicidade por o poderes ter nos teus braços.. ******** d uma tb louca apaixonada ;)


De Amaral a 14 de Março de 2005 às 20:40
Cheguei aqui por outros blogs, como vais calcular. Vou ler um pouco mais, mas deste post eu tenho que dizer o seguinte: Não é fácil falar assim. Não porque vá pensar na louca que és ou deixes de ser, ao ponto de te martirizares por algo que não tens, ou não acontece, ou não mereças... É preciso um pouco de coragem e um pouco de concordância com a verdade. Com a tua verdade! A coisa mais importante não será o extravazar do choro mal contido ou a ironia dum paradoxo eventual.
O mais importante é a tua postura perante as coisas e as pessoas. Sendo que, aquilo que quiseres que seja, será a tua verdade e a vivência que farás face a essa verdade.
Aquilo que escolheres ser, "será aquilo que és", neste espaço e neste tempo.


Comentar post

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Janeiro 2006

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
10
11
12
13
14

15
16
17
18
19
20
21

22
23
24
25
26
28

29
30
31


.posts recentes

. Diár...

. Diár...

. Ao ...

. Diá...

. Obs...

. Sil...

. Diá...

. Sen...

. Re-...

. Arc...

.arquivos

. Janeiro 2006

. Setembro 2005

. Agosto 2005

. Julho 2005

. Junho 2005

. Maio 2005

. Abril 2005

. Março 2005

. Fevereiro 2005

. Janeiro 2005

. Dezembro 2004

. Novembro 2004

. Outubro 2004

. Setembro 2004

. Agosto 2004

. Junho 2004

blogs SAPO

.subscrever feeds