Quinta-feira, 17 de Março de 2005

Pecado de errar

pecado de errar.jpg


 


“Na vida nunca se deveria cometer duas vezes o mesmo erro: há bastante por onde escolher.”


B. Russel


Cometi o mesmo erro duas vezes… cometi demasiados erros, demasiadas vezes, de cada uma das vezes que cometi o mesmo erro.


Cometi o pecado de me entregar, cometi o pecado de mendigar, cometi o pecado de quase amar.


Cometi o mesmo erro duas vezes… cometi demasiados erros, demasiadas vezes, de cada uma das vezes que cometi o mesmo erro.


Cometi a fatalidade de abraçar, cometi a fatalidade de beijar com ardor, de gostar com amor, de me deixar levar pelo desejo, de me deixar levar pela emoção, cometi a fatalidade de ouvir o coração abafando assim a razão…


Cometi o mesmo erro duas vezes… cometi demasiados erros, demasiadas vezes, de cada uma das vezes que cometi o mesmo erro.


Cometi o mesmo erro duas vezes e por isso choro de novo, esperneio de novo, praguejo de novo… e estou só de novo…


 

publicado por missantipatia às 19:20
link do post | comentar | favorito
|
17 comentários:
De shakermaker.blogs.sapo.pt a 24 de Março de 2005 às 11:34
Ora viva Cara Miss... Não estará a dramatizar demasiado? Então, não é tão bom errar... e não fazer tudo tão certinho. Olhe, eu acho que sim e apesar de ser um lugar comum: é bem verdade que aprendemos com os erros. Contudo, aprendemos mal e voltamos a errar. Ora, se erramos é porque sabemos que o estamos a fazer... é mais forte que nós. Há coisas que só têm sentido quando nos entregamos, mesmo sabendo que não valem a pena. É mesmo assim e só dessa forma obtemos o que queremos, e só anda à chuva quem quer apanhar uma valente molha. Eu sei sempre ao que vou, e não preciso de ter quaisquer certezas, pois a possibilidade de errar é bem maior do que a eventualidade de acertar... logo, não vejo onde está o risco? Arriscado, é saber que tudo é certinho e sem margem para erro. Quem é que se arrisca a viver assim? Eu não, definitivamente. Um abraço... SHAKERMAKER


De Gomez a 23 de Março de 2005 às 16:07
- A História do mundo é a história das guerras!
- A história dos homens é a história das suas vidas onde se inclui as suas desilusões, amores, doenças e erros, alegrias e tristezas. A tua vida moça vai ser isto tudo, não desesperes, porque todos passsaram ou vão passar por estas situações; é o normal das nossas vidas!!!
- Isto é um mar de rosas, que por acaso tem espinhos!!! Calma que tudo se há-de recompor!!!!


De Dora a 21 de Março de 2005 às 02:33
Miss, a tua escrita tem uma enorme limpidez. Pelas tuas palavras sinto que estás muito zangada contigo própria. Todos nós passamos por isso. Aquilo que fazemos muitas vezes não corresponde às regras que nos foram impostas ou foram por nós escolhidas. Há quem acredite que estamos condenados a cometer o mesmo erro até daí extraírmos a devida aprendizagem. Não somos seres perfeitos, Miss, somos humanos, apenas...Um beijinho para ti e uma noite muito suave :-)


De Yuna a 20 de Março de 2005 às 18:57
Ahhh como te entendo! Também eu cometi os mesmos erro muitas vezes...vezes demais!E sei que se surgir oportunidade provavelmente volto a cometer aguns deles.Porque sigo mais o coração do que a razão.
Gostei :)
Beijo**


De PaperFlower a 20 de Março de 2005 às 10:57
Talvez se cometemos o erro duas vezes, é porque não 'aprendemos a lição' como deve ser na primeira vez.**


De Amaral a 19 de Março de 2005 às 23:54
"missantipatia", porquê?
Depois de ler e reler este teu post ficou-me aquele impulso de te abanar, de gritar baixinho até fazer-te esquecer o que te perturba. Não concordo com quem acha que estamos sempre a cometer erros, que a vida é uma merda porque são erros atrás de erros...
Não concordo, muito simplesmente, porque um passo "errado" é SEMPRE um passo em frente! É com os tropeções que aprendemos a caminhar. Mas nunca será um passo a trás, é sempre um degrau que subimos na nossa escada da vida!
Cometer "erros" poderá ser útil para a tua evolução! Nunca duvides da utilidade do momento! Todos os teus momentos, aqueles que te agradaram e, principalmente, aqueles que não te agradaram, foram criados por TI, com um objectivo único: o de alcançares aquilo a que te propuseste. A vida que estás a viver é uma dádiva. Só que tu não te apercebes disso, ou não sabes mesmo.
Beijaste com ardor, gostaste com amor, deixaste-te levar pelo desejo, pela emoção. Foram coisas bonitas e encantadoras! Não tens que ter receio delas, nem tens que ter saudades delas. Foram momentos belos que farão parte da tua existência, aqui nesta terra.
Se, neste momento, não estão presentes, isso não deverá entristecer-te! Outros virão, quando abrandares a tua ansiedade e o teu desespero ilusório. Não há ninguém, nem nada mais importante, do que TU própria! TU ÉS uma pessoa maravilhosa!


De l-life_angel-l a 19 de Março de 2005 às 22:50
As vezes tem de ser..
Cada erro mostra nos a realidade em pontos diferente.. :)
* * * *


De diluida a 19 de Março de 2005 às 21:53
uma, duas, tres ... haverá mtas vezes em k repetimos erros, e daí? cada tropeção dá um colorido diferente, independentemente das escuras tonalidades :)


De Antonio Dias a 19 de Março de 2005 às 10:50
Haja alguém que diga que nunca errou... duas vezes.
Missantipatia, a minha 1ª visita ao teu blogue garante-me que não perderei tempo se cá voltar.
É o que farei.
Com a tua permissão implícita, "linkei-te".
Um beijinho.


De Succubus a 18 de Março de 2005 às 17:06
Ás vezes parece que não levamos as suficientes facadas para acordarmos.. Eu entendo. Beijo*


Comentar post

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Janeiro 2006

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
10
11
12
13
14

15
16
17
18
19
20
21

22
23
24
25
26
28

29
30
31


.posts recentes

. Diár...

. Diár...

. Ao ...

. Diá...

. Obs...

. Sil...

. Diá...

. Sen...

. Re-...

. Arc...

.arquivos

. Janeiro 2006

. Setembro 2005

. Agosto 2005

. Julho 2005

. Junho 2005

. Maio 2005

. Abril 2005

. Março 2005

. Fevereiro 2005

. Janeiro 2005

. Dezembro 2004

. Novembro 2004

. Outubro 2004

. Setembro 2004

. Agosto 2004

. Junho 2004

blogs SAPO

.subscrever feeds