Segunda-feira, 4 de Abril de 2005

Diário de uma louca - VI

diario de uma louca6.jpg


VI


 Já não me sinto louca. Resolvi alguns cernes das minhas questões. Adormeci assim a minha loucura. Agora sinto-me feliz. Sinto-me aliviada e quero aproveitar o momento. A angústia vai batendo à porta mas finjo que não a ouço. O meu amor também passeia pelo meu pensamento. As dúvidas, as incertezas, o não saber se quero ou se não quero,,, mas eu finjo que está tudo bem.


Sinto-me calma. Sem vontade de chorar. Mas confesso que temo o regresso à loucura. O regresso da dor… A dor volta sempre às nossas vidas. Faz parte do nosso crescimento mas… aquela dor mortal, que nos vai destruindo… essa eu não quero sentir outra vez…


(Dás-me um abraço? Queria tanto um abraço teu!)


Às vezes o meu maior problema é confiar demais nas pessoas… Não consigo aprender! Quando vou aprender a deixar para trás a inocência? Que horas são? Ai ai… tenho que ir…


 


(Próximo capítulo editado dia 14/04/05)

publicado por missantipatia às 22:22
link do post | comentar | favorito
|
9 comentários:
De Amaral a 6 de Abril de 2005 às 17:39
É bom sentir-te melhor! A pouco e pouco, a tranquilidade vai-se acentuando e sentir-te-às outra! Só que o fingir não é uma boa ajuda. Quanto mais fugires a uma coisa, mais essa coisa te vai perseguir! Não confies nesse "adormecimento"! O que tens a fazer é enfrentar as coisas que te magoam!
Se te sentes calma é altura para decidires o que é melhor para ti! Dês os passos que deres, a dor só regressa se deixares que ela regresse!
Não tem mal confiar nas pessoas. As pessoas são como tu. Estão a vivenciar esta vida, tal como tu andas a fazer.
Tu podes é ser mais lúcida, e entenderes que tudo isto é um jogo! É uma representação que tem a tua participação. Joga este jogo com alegria e vais ver que é extraordinariamente excitante e engrandecedor.
Não te aflijas com as horas, nem com o que te pode acontecer amanhã! Tens o teu emprego e a tua casa? Extrai daí tudo o que considerares bom para a tua alegria! E vive isso com intensidade e amor!


De flor a 6 de Abril de 2005 às 15:49
Todos nós temos os nossos momentos de loucura, de fraqueza, mas o importante é agarrarmo-nos aos outros que são melhores, tal como este que expressas neste teu texto. Que bom ver-te mais animada. Por vezes a tristeza regressa e a dor também, mas façamos o possível para que passe despercebida, libertemos o espirito para pensamentos mais animadores. O amor também regressará, e vai encontrar-te assim: calma, sossegada, pronta para o receberes de braços abertos. Um beijo muito grande.


De frog a 6 de Abril de 2005 às 09:09
Todos temos os nossos momentos de inquietação, de dúvida, de incerteza. A melhor forma de os ultrapassar é usar de sensatez...

Fica com o meu abraço


De PaperFlower a 5 de Abril de 2005 às 22:29
É certo que a dor sempre volta, mas assim vamos aprendendo a suportar a dor de uma forma melhor, vamos aprendendo a lidar com ela, vamos ficando mais fortes e assim crescemos**


De Double S a 5 de Abril de 2005 às 14:02
É sempre bom quando levantamos a cabeça e decidimos seguir em frente, os primeiros passos são os mais dificeis, mas é assim mesmo. O mais dificil já fizeste, agora é seguir em frente rumo aos teus objectivos, deixa os medos no passado, é o futuro que interessa.


De Pedro a 5 de Abril de 2005 às 13:00
Como sempre um bonito texto no seguimento do diário,a desilusão,a dõr,o sermos enganados,faz parte de toda uma aprendizagem,tornam-nos mais fortes,mas como costumo dizer apesar de não o conseguir aplicar,após uma desilusão existe a felicidade e a esperança de tudo melhorar,de conhecermos aqules que nos irão fazer bem e que se preocupam.
Tem-se de estar receptivo ás oportunidades que surgem,por vezes um braço,um carinho vem de onde menos esperamos.
Tem uma excelente semana.
Bjs.
Pedro


De arlequim a 5 de Abril de 2005 às 11:17
loucura!!! mas saudavel faz smp bem!!
bjs


De Vampiria a 5 de Abril de 2005 às 09:20
So agora li o outro episodio ja eu tinha lido este... este "teu" diario, nao sei bem se és tu ou uma personagem, torna se interessante pork diz tudo e nao diz nada ao mesmo tempo... que tal avançares um pouco mais a tua historia, as vezes parece que os capitulos sao textos de prosa poética em que tudo e o nada se dizem e ficamos sem saber se avançou algo ou nao... Gostei do diálogo, parece uma personagem confundida, sem objectivos e com depressão, pelo menos uma sazonal... ainda por cima sem equilíbrio relacional - relaçoes modernas... - bem, hj deu me para a analise do texto, sorry.Big Kiss...


De Dora a 5 de Abril de 2005 às 00:36
Ainda bem que te sentes melhor! Deixaste lá no meu cantinho algumas questões e eu sugeri-te que me mandasses um mail. Estás à vontade, ok? Escreve sempre que/ quando te apetecer. Beijinhos e uma semana tranquila para ti :-)


Comentar post

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Janeiro 2006

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
10
11
12
13
14

15
16
17
18
19
20
21

22
23
24
25
26
28

29
30
31


.posts recentes

. Diár...

. Diár...

. Ao ...

. Diá...

. Obs...

. Sil...

. Diá...

. Sen...

. Re-...

. Arc...

.arquivos

. Janeiro 2006

. Setembro 2005

. Agosto 2005

. Julho 2005

. Junho 2005

. Maio 2005

. Abril 2005

. Março 2005

. Fevereiro 2005

. Janeiro 2005

. Dezembro 2004

. Novembro 2004

. Outubro 2004

. Setembro 2004

. Agosto 2004

. Junho 2004

blogs SAPO

.subscrever feeds