Quarta-feira, 10 de Novembro de 2004

Tenho medo...

sorrow.jpg


 


Tenho tanto medo…Não consigo reter os pingos salgados. Que ódio!


“Pára! Deixa de fazer figura ridícula!” – digo eu à minha consciência.


“Não consigo… é mais forte do que a vontade que (não) tenho de me controlar”. – responde-me ela.


Tenho medo…muito medo. Tenho medo do escuro, tenho medo da noite, tenho medo de ti e da outra…


Tenho medo da luz, tenho medo do dia, tenho medo de ti e da outra…


Abraça-me… Só um abraço, eu prometo! Corta-me a respiração com esse abraço. Envenena-me os pulmões. Deixa-me morrer para nascer de novo…


Tenho medo… medo do que o passado fará ao meu futuro.


Tenho medo de ti, mas tenho mais medo de mim!


 

publicado por missantipatia às 00:33
link do post | comentar | favorito
|
6 comentários:
De Joo a 12 de Novembro de 2004 às 22:06
Medo, fragilidade, tristeza...
porque não experimentar
coragem, força e alegria. Sabem muito bem, melhor que muito na vida. Descobri este mundo dos Blogs há pouco tempo, e até agora estou a adorar. Fica bem. ***


De Perdida nas palavras a 12 de Novembro de 2004 às 09:22
Para sermos felizes temos de fazer frente ao nosso medo, pois tal como a pauxana diz, ele é o nosso pior inimigo!
Quantas vezes o medo não foi já causa da perda de tantas coisas boas?! Não é ele que manda, somos nós, ele é apenas um fantasma que vamos alimentado, e prejudicando-nos a nós próprios!
Vence-o! Beijocas para ti!


De pauxana a 11 de Novembro de 2004 às 18:39
O medo é o nosso pior inimigo. Durante muito tempo deixei que o medo mandasse, e às vezes ele ainda aparece para se impôr como senhor e dono de mim. Mas nós temos de lhe mostrar qeu somos nós que mandamos!


De andrye a 10 de Novembro de 2004 às 12:45
Se ficares presa ao passado, aso teus medos, a tudo o q te faz mal nunca viverás e n sabes como é bom viver! luta um bocadinho por ti, ja pensaste nisso? beijokas grandes.


De mulherde30 a 10 de Novembro de 2004 às 12:25
Se ficares presa no teu medo, nunca poderás ver como é bom viver... Arrisca! A coragem começa a conquistar-se mal dês o primeiro passo.


De Antnio a 10 de Novembro de 2004 às 07:32
Um dia escrevi: "Não quero emoções nem sentimentos; eles são o réu e o carrasco no libelo acusatório da minha existência; condenam em mim a razão, destroiem-me o ser, lentamente...anseio por parar de respirar...então não haverá mais emoções, não haverá mais dor." Eram tempos sem futuro à vista, com presente de dor e passado, só passado que eu teimava em quer mudar...como se isso fosse possível. Embalsama o passado ou deixa-o à mercê da natureza porque até no amor tudo se transforma e às vezes acontece à velocidade da luz.


Comentar post

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Janeiro 2006

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
10
11
12
13
14

15
16
17
18
19
20
21

22
23
24
25
26
28

29
30
31


.posts recentes

. Diár...

. Diár...

. Ao ...

. Diá...

. Obs...

. Sil...

. Diá...

. Sen...

. Re-...

. Arc...

.arquivos

. Janeiro 2006

. Setembro 2005

. Agosto 2005

. Julho 2005

. Junho 2005

. Maio 2005

. Abril 2005

. Março 2005

. Fevereiro 2005

. Janeiro 2005

. Dezembro 2004

. Novembro 2004

. Outubro 2004

. Setembro 2004

. Agosto 2004

. Junho 2004

blogs SAPO

.subscrever feeds