Sexta-feira, 27 de Janeiro de 2006

Diário de uma louca XII

di.jpg


Finalmente tive vontade de publicar o último capítulo...


XII


Completou um ano. Um ano que embarquei nesta loucura, na ilusão de que ia ser feliz. Fui feliz… é verdade! Mas fui feliz às prestações. E pagava os momentos de felicidade com lágrimas; lágrimas que nasciam por essa felicidade ser tão volátil, tão madrasta, tão…. puta!


Sofri o que jamais achei que seria capaz de sofrer… o sofrimento do amor faz nascer outros sofrimentos… Tornei-me frágil e tudo me foi atirando para esta loucura. Agora, passou um ano e eu estou feliz de novo. Consigo olhar para trás e admirar com saudade os bons momentos que passamos. Ajudaram-me a crescer como pessoa e foram bons a seu tempo.


Agora, que passou um ano, consigo olhar novamente nos teus olhos sem dor, sem rancor, sem angústia.


No fundo sei que não me mereces! Sou demasiado boa para ti… Foste muito importante para mim e vai ser assim que te recordarei. Mas agora, agora deixo este diário inacabado, sem saber o que virá depois. Dizem que os diários não devem ser acabados pois isso significa o fim da vida e a minha ainda mal começou… Por isso, agora que já não me sinto louca, não vos digo adeus… digo-vos apenas um até breve! Nem que o breve seja eterno…


Até breve!


 

publicado por missantipatia às 04:30
link do post | comentar | ver comentários (11) | favorito
|
Sexta-feira, 2 de Setembro de 2005

Diário de uma Louca XI

d12.jpg


XI


Durante a tarde aquela música que foi outrora especial e agora, proibida de ouvir pelo meu coração, não me saía da cabeça..


(Tomorrow is just another day… )


A tarde estava triste. O céu vestiu-se de cinzento e a chuva, por ser fim de semana, resolveu aparecer.


Acordei tarde hoje. Dormi seguido como já não acontecia há algum tempo. Acordei bem disposta e descansada.


(There’s no one around me, wanting me…)


Ao fim do dia, resolvi tomar um banho mais demorado. Apeteceu-me cuidar de mim.


Escolhi a roupa para o jantar, a lingerie e, não sei porquê, lembrei-me dele…


(Do you want a piece of mine, tell me…)


Arranjei-me e, até sair de casa, tratei de organizar as minhas coisas.


O jantar correu bem.


Em seguida, sítio do costume, pessoas do costume,… e ele claro!


Sinto que não sinto nada. Estranha confusão de sensações; mas creio que é fácil entender.


Já não choro quando ele é arrogante, já não me entristece saber se ele namora… nada.


Trocas de olhares discretos e sociais.


Mais tarde, troca de palavras. Curtas, simples e sem jeito.


Mensagem minha.


Telefonema dele.


Encontro.


Acontece.


Vem o arrependimento dele.


 Vem a minha satisfação por saber que ele não mudou.


(You know and I know enough to understand…)


Namora, ela é especial e ele fica comigo uma noite? Numa cama? Num hotel? E depois ainda diz que ele não é assim…


Aiiii…. Conheço-o tão bem! Soube-me tão bem!


Senti que o usei. Disse-lhe inclusive que ele me usou mas que eu também o usei.


Namorar? Pra quê?


Continuo na fase de luto.


Não quero ninguém… quero alguém que ainda é ninguém…


(Tell me why...)


 

publicado por missantipatia às 23:00
link do post | comentar | ver comentários (18) | favorito
|
Sábado, 13 de Agosto de 2005

Ao meu cão

caes.jpg



Cão, queria ser cão!


Podia ter pelo curto, pelo comprido


Ou até pelo lambido,


Claro, escuro ou malhado


Mas queria ser um cão danado!


Cão, queria ser cão!


Correr atrás dos pássaros,


Saltar para o meu dono,


Dormir a todas as horas,


Mesmo naquelas em que não tenho sono!


Cão, queria ser cão!


Ter o faro apurado,


Ter o instinto animal,


Que te leva a todo o lado


E jamais te deixa mal.


Cão, queria ser cão!


Apenas cão.


Como tu!


 

publicado por missantipatia às 22:39
link do post | comentar | ver comentários (6) | favorito
|
Domingo, 3 de Julho de 2005

Diário de uma louca - X

d10.jpg


X


Sinto-me bem. Estou rodeada de estranhos. Uma sala de espera fria e feia. Cheia de cadeiras que nos tiram o espaço para circular, uma televisão sem som que ninguém olha, revistas puídas pelos anos que ninguém lê e umas fotografias que se exibem na parede na esperança que alguém as aprecie com olhos de ver…


Anteontem estava triste, muito triste. Ontem já parecia uma pessoa nova. Ainda não consigo controlar estas mudanças humorais e muito menos perceber o porquê deste viajar de estados.


Hoje acordei bem disposta. É 6ª feira. Mas creio que nem é isso que me faz sentir bem. Nem sequer tenho tido aquele síndrome do “nunca mais é 6ª!”. Acordei bem. Calma. Simplesmente isso.


Já não me custa trabalhar. Gosto do sítio onde estou. Ainda não sei se fico lá mas pelo menos vou aproveitando enquanto lá tenho que estar.


Hoje vou a outra entrevista. Surgiu assim de repente e como ainda não me deram certeza se fico onde estou não tenho nada a perder.


Aiii… Nunca mais chamam por mim! Ainda só vai no 12… e eu sou o 26!


Sinto-me calma como já há muito não me sentia. Ando com sede de aprender coisas novas… coisas que desconheço, coisas que nada têm a ver com o meu dia a dia, com a minha profissão…


Estou a mudar aos poucos o meu habitat natural… O natural já não me agradava então, como qualquer Homem, altero aos poucos este natural pouco feliz. Só nós é que temos esse poder não é?


Olha, vai ali a psicóloga… Tenho que ir…


 

publicado por missantipatia às 13:06
link do post | comentar | ver comentários (17) | favorito
|
Segunda-feira, 20 de Junho de 2005

Obsessão de te ter

a111.jpg



Optei


Bastantes vezes


Sujeitar-me a


Efémeros momentos


Sofrendo em


Silêncio e


Assim,


Omitir o meu sentir.


Dentro de cada


Encontro


Tracei


Etapas que nunca


Terão sido atingidas


E assim fui sofrendo e


Rezando para que fosses meu…


 

publicado por missantipatia às 00:32
link do post | comentar | ver comentários (16) | favorito
|
Terça-feira, 14 de Junho de 2005

Silêncio

043.jpg


 


Shhh…


Não faças barulho.


Adormeci o meu coração…


Shhh…


Não faças barulho.


Não acordes de novo a ilusão…


Deixa-me sorrir sem lágrimas,


Deixa-me amar sem dor,


Deixa-me gritar ao céu


O nome do meu amor…


Shhh…


Não faças barulho.


Já ninguém sabe de nós…


Shhh…


Não faças barulho.


Deixa-me ouvir a tua voz…


Deixa-me tocar-te na mão,


Deixa-me beijar-te o coração,


Deixa-me amar sem receio,


Deixa-me abraçar-te por inteiro.


Shhh…


Não faças barulho.


Não me acordes do meu sonho.


Shhh…


Não faças barulho.


Não me digas que acabou…


Shhh…


Shhh…


Shhh…


 

publicado por missantipatia às 02:58
link do post | comentar | ver comentários (11) | favorito
|
Quinta-feira, 9 de Junho de 2005

Diário de uma louca IX

d9.jpg


IX


Tento soltar as cordas imaginárias que traçam os meus pulsos impedindo o sangue de correr. Não quero mais estar agarrada a esta ilusão que criei.


Os sentimentos destroçaram o meu coração; cortaram-no aos pedaços, como se fossem facas afiadas prontas a laminar.


Procuro a semântica do teu sentir… Não a encontro. Tento perceber a força do meu sentir… Não consigo.


Restam-me as memórias escondidas no fundo de mim. Resta-me fechar os olhos e recordar os momentos que foram nossos… Já nem sei se faço bem em fechar os olhos. Esses momentos apertam-me o coração impedindo-o de bater… Esta atrofia cardíaca envenena-me a alma e liberta o meu chorar.


Tenho que guardar as memórias no recanto do meu ser, deixar o pó tomar conta delas e, quando conseguir libertar o coração aí sim, poderei recorrer às lembranças com um sorriso… Sem deixar o choro nascer, sem deixar o coração parar de bater, sem te deixar reaparecer…


 

publicado por missantipatia às 19:20
link do post | comentar | ver comentários (4) | favorito
|
Sexta-feira, 27 de Maio de 2005

Sensações

aaaa.jpg


Emoções que se atropelam,


Sentimentos que se descalçam,


Para assim fugirem rápido.


Ilusões que se envergonham de aparecer.


Trocas de olhares.


Olhares que se trocam,


Olhares que procuram olhares.


Olhares que atropelam olhares.


Olhares que falam,


Olhares que calam,


Olhares vazios…


Vazios, vazios, vazios,


Vazios…


Vazios como eu.


Como tu.


Como nós.


Como eles que não são como nós,


Como eles que são como nós,


Como quem não sabe quem é.


Quem foi.


Quem será…


Quem será… quem será…


E esse vazio


Que me mata,


Destrói,


Corrói,


Desgasta,


Me torna nefasta.


Como esse vazio que é podre.


Podre, podre, podre…


Podre como eu.


Como tu.


Como nós.


Como eles que não são como nós,


Como eles que são como nós,


Como quem não sabe quem é.


Quem foi.


Quem será.


Volta.


Volta.


Volta.


Os sentimentos estão confusos.


Baralhados,


Descoordenados


Perdidos.


Perdidos de mim…


…e de ti.


Por isso já não somos nós.


Por isso somos eu e tu.

publicado por missantipatia às 20:37
link do post | comentar | ver comentários (13) | favorito
|
Terça-feira, 24 de Maio de 2005

Re-Abraço

rr.jpg


 


Ela abraça-o forte… como se não o quisesse deixar fugir… Ele passeia com as mão pelo dorso dela e diz:


- Confesso que já tinha saudades…


- Hã? (interroga ela levantando a cabeça e fingindo que não ouviu)


- Já tinha saudades…


Ela sorri, abraça-o ainda mais forte e pensa: “Eu sabia!”

publicado por missantipatia às 23:58
link do post | comentar | ver comentários (10) | favorito
|
Segunda-feira, 9 de Maio de 2005

Arco-Íris

rosa vermelha.bmp


Dei cor aos meus sentimentos:


Pintei o amor de vermelho – claro!


De azul a ilusão,


De amarelo a angústia


Que me consome o coração.


Pintei a raiva de roxo


Não me perguntem porquê!


Dei à tristeza a cor cinzenta,


Porque assim mal se vê!


Como acho o verde bonito,


Também lhe quis dar um sentimento,


De repente soltei um grito,


E atribui-lhe o tormento!


Restava-me ainda o branco,


O cor-de-rosa, o jasmim…


E o preto andava perdido,


Pois não se encaixava em mim.


Quando a chuva me tocou,


Toda a cor se misturou.


Virei uma nódoa negra,


Que o tempo desgastou.


Agora sinto-me cinzenta,


Mas de um cinzento bem escuro


Porém estendi as mãos


E vi que o vermelho continuava puro!


 


publicado por missantipatia às 22:21
link do post | comentar | ver comentários (16) | favorito
|

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Janeiro 2006

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
10
11
12
13
14

15
16
17
18
19
20
21

22
23
24
25
26
28

29
30
31


.posts recentes

. Diár...

. Diár...

. Ao ...

. Diá...

. Obs...

. Sil...

. Diá...

. Sen...

. Re-...

. Arc...

.arquivos

. Janeiro 2006

. Setembro 2005

. Agosto 2005

. Julho 2005

. Junho 2005

. Maio 2005

. Abril 2005

. Março 2005

. Fevereiro 2005

. Janeiro 2005

. Dezembro 2004

. Novembro 2004

. Outubro 2004

. Setembro 2004

. Agosto 2004

. Junho 2004

blogs SAPO

.subscrever feeds